Diante da crescente emigração de brasileiros para Portugal , o Grupo XP  vai inaugurar escritório em Portugal, em Lisboa, escritório voltado a clientes de altíssima renda. A previsão é que a base na capital portuguesa seja aberta ainda neste semestre, embora não haja data marcada para a inauguração. O público-alvo será o segmento de brasileiros residentes em Portugal que se enquadrem na categoria “private”, com patrimônio de pelo menos US$ 1 milhão (cerca de R$ 3,8 milhões) para investir.

A XP decidiu abrir a nova unidade porque, com a recente onda emigratória rumo a Portugal, um quarto da base de clientes do escritório da XP em Genebra já era formada por brasileiros que moram naquele país.

O escritório será a quinta base da XP no exterior. Além de Genebra, o grupo tem sedes em Londres, Nova York e Miami. O objetivo desses escritórios é permitir que investidores brasileiros que morem no exterior possam aplicar em ativos brasileiros e que investidores locais possam ter acesso a produtos internacionais.

De acordo com a XP, o plano é ter na capital portuguesa três executivos até o fim deste ano e dobrar a equipe de “bankers”, como são conhecidos esses profissionais, até o fim de 2020.

“A abertura do escritório possibilitará maior proximidade entre banqueiros e investidores do país”, disse a XP em nota enviada ao GLOBO.

A corretora vai explorar um mercado crescente. Em 2018, pelo segundo ano consecutivo, a quantidade de residentes brasileiros registrados oficialmente em Portugal cresceu, aumentando 23%, para 105.423. É a maior quantidade de brasileiros legalizados no país desde 2012.

Grupo lançará serviço bancário
A expansão internacional da XP, que tem mais de R$ 200 bilhões de ativos sob custódia, começou em 2011, com a abertura de sua corretora em Nova York. A fundação do escritório em Genebra, o mais recente no exterior, data de 2016.

As bases lá fora são tocadas pelos braços XP Private (na Europa), cujo principal executivo é o sócio Beny Podlubny, e XP Investmentos, corretora do grupo que atua nos EUA.

Em entrevista recente ao GLOBO, o sócio-fundador da XP, Guilherme Benchimol, afirmou que a estratégia internacional do grupo está concentrada em escritórios desse modelo, não na busca de investidores estrangeiros.

– A gente não tem planos de curto prazo para fazer nosso modelo brasileiro voar do Brasil. Aqui a oportunidade é brutal, e a gente quer manter esse foco – disse Benchimol na ocasião.

XP  vai inaugurar escritório em Portugal, voltado a clientes de altíssima renda, A previsão é que a base seja aberta neste semestre.

Xp realizará IPO em 2020, saiba mais.

Fonte: O GLOBO