Usiminas (USIM5): Resultados 4T19

A Usiminas (USIM5) acaba de reportar resultados ainda fracos. Desconsiderando os créditos vindos de Eletrobras já esperados (R$117mi), de modo a termos uma mesma base de comparação, o EBITDA ajustado de R$335mi veio -6% abaixo do nosso e -24% abaixo do 3T19;

Usiminas USIM5

Compre ações e torne-se sócio das maiores empresas do Brasil.

Usiminas (USIM5)

Na siderurgia, os melhores preços realizados nas exportações (+8% T/T), favorecidos por câmbio favorável, e o maior volume no mercado externo (107kt, +22% T/T) compensaram parcialmente os preços e vendas mais fracas no mercado doméstico (-5% e -4% T/T, respectivamente). Como resultado, o EBITDA do segmento de siderurgia veio em R$185mi, -13% T/T e -39% A/A, refletindo um cenário ainda desafiador para o setor no Brasil, com recuperação da demanda em ritmo mais lento do que o esperado;

No campo positivo, o EBITDA do segmento de mineração em R$209mi veio 11% acima do trimestre anterior. Os embarques maiores de minério de ferro, que ajudam na diluição de custos, e um câmbio mais favorável compensaram a queda no preço da commodity (-13% T/T);

No mercado doméstico, os níveis baixos de estoques de aço na distribuição ainda representam alguma dificuldade para as siderúrgicas implementarem aumentos de preço, apesar da alta recente do dólar resultar em paridade de importação mais baixa e abrir espaço para os aumentos. Esperamos reação neutra no pregão de hoje. Mantemos recomendação Neutra.