Qual o Futuro dos Investimentos?

Qual o Futuro dos Investimentos?

Será mais difícil para as empresas tirar vantagem de seus clientes do que nunca, o que é ótimo.

Historicamente, o trabalho de proteger os investidores recai sobre os reguladores. Mas a próxima geração de investidores – menores de 30 anos – tem duas características únicas:

LCI-LCA

Compre ações e se torne sócio da maiores empresas do Brasil.

Qual o Futuro dos Investimentos?

1) Eles atingiram a maioridade durante a Grande Recessão, quando a confiança cega nos profissionais financeiros desapareceu. Minha teoria é que os investidores – que atingiram a maioridade durante uma época em que todo mundo que trabalhava em Wall Street e usava um terno legal era considerado um gênio – tem mais dificuldade em deixar essa narrativa do que seus filhos, que pensam que a idéia é uma loucura, porque sua primeira experiência com profissionais do setor financeiro foi vendo o mercado se desintegrar em 2008. A nova geração não é tão persuadida por jargões e escritórios com painéis de madeira quanto as gerações anteriores.

2) A economia digital mostra que a geração mais jovem cresceu com expectativas muito mais altas de transparência e acesso a informações pertinentes do que seus pais. Aqui novamente, crescer com uma certa expectativa é muito mais poderoso do que entrar na vida adulta. Uma pessoa de 12 anos com um smartphone hoje provavelmente é melhor em encontrar rapidamente informações financeiras importantes do que a maioria dos profissionais de Wall Street há 20 anos. Portanto, uma vez que essas crianças de 12 anos se tornem investidores, não acho que você poderá vendê-las carteiras com baixa performance e com uma taxa de administração de 2%, como faria com os pais deles.

As pessoas sempre serão suscetíveis à ganância e ao medo, mas acredito que as gerações mais jovens têm um detector de mentira melhor do que seus pais.