IPCA ACUMULADO 2019

IPCA-acumulado-2019

IPCA Acumulado 2019 e inflação anual

O IPCA é obtido a partir da coleta de preços ao longo dos dias de um mês. Esses valores são comparados com o período base anterior, sendo calculada a taxa que indica a inflação no país.

As taxas mensais do índice podem ser somadas, e assim, se obtém a taxa de aumento dos preços para o ano, ou seja, a inflação acumulada para o período anual.

Tabela IPCA acumulado 2019

IPCA-ACUMULADO-2019

O IBGE disponibiliza os valores para o IPCA do mês, analisado no mês anterior, apresentando também o acumulado dentro do ano e o dos últimos 12 meses.

Tabela IPCA acumulado 2018:

IPCA-ACUMULADO-2018

Além de definir a inflação para o país, o IPCA também serve como meta a ser seguida pela política monetária do Banco Central.

A partir de 2019 a meta passa a ser 4,25% ao ano com margem de 1.5 percentuais, ou seja, um mínimo de 2,75%. Em 2020 haverá outra redução para 4%, onde o mínimo deve ser 2,5%.

Vale lembrar que a maior inflação brasileira foi de 2.477,15% no ano de 1993, pouco antes do Plano Real.

Importância dos valores do IPCA

Ao servir como a inflação oficial, indica o quanto alterou o poder de compra dos consumidores dentro do período estabelecido. O mesmo serve como indicador para quem faz uma aplicação financeira, por exemplo.

O IPCA serve, por exemplo, para a determinação da taxa básica de juros, SELIC. A partir dela é que se determina a remuneração de investimentos ou as taxas de empréstimos.

Saiba mais sobre o IPCA 2019 e também sobre o IPCA 2020.