IPCA-15 desacelera e avança 0,71% em janeiro com alta menos expressiva de carnes
Resultado ficou praticamente em linha com a expectativa do mercado, que era por alta de 0,70% na comparação mensal, segundo consenso Bloomberg

IPCA foi de 1,15% e acumulou alta de 4,31% em 2019

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de dezembro subiu 1,15%, enquanto, em novembro, havia registrado 0,51%. Este foi o maior resultado para um mês de dezembro desde 2002, quando o IPCA ficou em 2,10%. Em dezembro de 2018, a taxa foi de 0,15%. No ano, o IPCA acumulou variação de 4,31%, 0,56 p.p. acima dos 3,75% registrados em 2018.

A projeção para o índice em 2020 foi de 3,90% para 3,85%. Semanas atrás, estava em 3,90%. O relatório Focus trouxe ainda a projeção para o IPCA em 2021, que seguiu em 3,75%. No caso de 2022, a expectativa permaneceu em 3,50%. Há quatro semanas, essas projeções eram de 3,75% e 3,50%, respectivamente.