Investimentos a Longo Prazo.

Aplicar o dinheiro acumulado é um bom jeito de garantir conforto no futuro. Você pode fazer isso pensando em uma aquisição daqui a alguns meses, mas o retorno positivo é muito mais perceptível em um investimento a longo prazo.

A estabilidade financeira pode chegar por meio de investimento. Aplicar uma pequena parcela da renda mensal tem grande impacto ao longo dos anos. Além de todo o valor acumulado, os juros que se somam a ele podem gerar números que surpreendem.

Mesmo quem quer aproveitar o momento pode fazer uso dos investimentos. Aquela viagem programada para o ano que vem pode ficar mais interessante se o dinheiro guardado para ela for aplicado. Algumas aplicações vencem em menos de um ano ou podem ser resgatadas a qualquer momento.

Este post traz algumas possibilidades de investimento para quem quer fazer dinheiro com juros. Sabendo que algumas pessoas preferem gastar o valor obtido num futuro próximo, há opções de curto e de longo prazo. Siga conosco!

Investimentos a longo prazo

O investimento a longo prazo oferece retornos muito interessantes. A possibilidade de receber juros sobre os juros obtidos por mais tempo já é atraente por si só. As aplicações mais duradouras, ainda por cima, costumam oferecer taxas melhores em comparação com aplicações do mesmo tipo com prazos mais curtos.

Veja alguns investimentos a longo prazo:

1. Tesouro IPCA+

É uma opção de investimento a longo prazo de baixíssimo risco. Além de ser um empréstimo ao Estado brasileiro, a rentabilidade desse título do Tesouro é atrelada à inflação. Isso quer dizer que o seu dinheiro estará protegido mesmo que a inflação saia de controle.

2. Ações na bolsa de valores

Comprar ações de empresas requer alguma experiência em investimentos ou a ajuda de um especialista. A sua oscilação nos preços também acaba assustando muitos investidores iniciantes, que acabam preferindo a garantia da renda fixa.

Para quem entende o conceito de ação como investimento a longo prazo, ficar tranquilo diante da volatilidade é muito mais fácil. Escolher bem as ações visando mantê-las por muitos anos é uma das técnicas de enriquecimento mais eficientes, e as quedas bruscas costumam ser compensadas com muito crescimento.

3. Debêntures incentivadas

Esses títulos de dívidas de empresas são emitidos no mercado financeiro para que elas possam financiar grandes projetos. Devido ao grau maior de risco com relação aos títulos públicos, sua rentabilidade é maior.

As debêntures podem ser incentivadas pelo governo quando a captação de recursos é considerada estratégica para o país. Nesse caso, não há cobrança de imposto de renda. A isenção aliada às boas taxas de retorno tornam essas aplicações um ótimo investimento a longo prazo.

Opções de curto prazo

Quem não pretende fazer investimento a longo prazo também tem muitas oportunidades interessantes e não precisa ficar na poupança. Veja algumas opções:

1. Fundos DI

Esses fundos de investimento em renda fixa têm pelo menos 95% de seus ativos atrelados à taxa Selic. Isso quer dizer que o seu risco é quase zero, e a rentabilidade é razoável. Os fundos DI costumam ter liquidez diária, o que os tornam um bom investimento a curto prazo.

2. LCI e LCA

As letras de crédito imobiliário e do agronegócio são uma forma de ceder dinheiro a bancos para o uso em projetos nos ramos citados. São extremamente seguras, já que são cobertas pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Além de pagarem boas taxas fixas, essas aplicações têm prazos de vencimento a partir de três meses.

As aplicações listadas o ajudarão a atingir os seus objetivos financeiros, não importa quais sejam. Elas são ferramentas, e cabe ao investidor saber quando usá-las.

É necessário entender que investimento a longo prazo, mesmo que mais rentável, não é útil caso seja necessário usar o dinheiro em breve. A retirada antes do planejado pode e levar a prejuízo, tirando o sentido do investimento.

Gosta dos nossos posts? Curta a nossa página no Facebook e receba conteúdo atualizado!