Posts

Weg (WEGE3) 4T19: Resultados acima das expectativas; Mantemos Neutro

A Weg (WEGE3) reportou hoje cedo seus resultados referentes ao 4T19, com números em geral acima das nossas expectativas e também acima do consenso. A receita líquida consolidada atingiu R$ 3,78 bi (+21% a/a), ~7% acima dos nossos números.

Ultrapar (UGPA3): Resultados do 4T19: Em linha com nossas estimativas, mas não necessariamente positivos

Análise dos resultados consolidados da Ultrapar (UGPA3):
Em 19 de fevereiro, a Ultrapar (UGPA3) divulgou seus resultados do 4T19. Neste relatório, analisamos seus resultados excluindo os efeitos do IFRS 16 para melhores fins de comparação.

Gerdau (GGBR4): Resultado abaixo do esperado no 4T. Alavancagem atinge níveis saudáveis

A Gerdau (GGBR4) reportou um EBITDA de R$1.13 bilhão, incluindo o impacto negativo de R$131 milhões da parada de Ouro Branco. O resultado veio -20% e -13% abaixo da nossa estimativo e do consenso, respectivamente. Os principais detratores foram resultados mais fracos tanto nas operações do Brasil, quanto dos EUA, enquanto o segmento de América Latina reportou números acima das nossas expectativas.

A Engie Brasil (EGIE3) divulgou um Lucro Líquido do 4T19 de R$617,2 milhões, acima da nossa estimativa de R$470,5 milhões e do consenso de mercado, em R$565,2 milhões. O EBITDA ajustado foi de R$1.229,4 milhões, acima da nossa estimativa de R$1.155,3 milhões.

Ibovespa: +0,54% | 114.380 pontos

Nesta semana, o Ibovespa subiu ligeiramente em +0,54% aos 114.380 pontos. A volatilidade continuou influenciada pelos impactos do coronavírus. Nos Estados Unidos, o destaque foi a vitória de Bernie Sanders na primária democrata de New Hampshire, que passou a ser o favorito das pesquisas conquistando 25.8% dos votos, e confirmou tendência de crescimento que temos observado desde o começo do ano.

Ibovespa em 2019, a visão mais ampla do principal índice da Bolsa brasileira mostra que quem investiu neste mercado há seis anos já viu seu capital mais que dobrar.

Um levantamento feito pelo sistema de análise de mercado Comdinheiro mostra que, desde dezembro de 2013, o Ibovespa teve uma alta de 113,6%, saindo de 51.507 pontos para 115.645 pontos.

A B3 (B3SA3) acabou de postar seus resultados do terceiro trimestre, e o lucro foi impressionante – mas ainda assim aquém das expectativas de mercado. A receita total deu um salto de 34% anualmente para R$ 1.7 bilhão, principalmente devido ao segmento de ações e instrumentos de renda variável, que cresceu incríveis 73% ano contra ano para R$735 milhões, alcançando sozinho 43% das receitas totais da B3 (B3SA3).

SulAmérica (SULA11): O trimestre desapontou, mas o futuro parece promissor.

BRF (BRFS3) apresentou resultados sólidos, mas abaixo do esperado, no 3T19, com EBITDA ajustado de R$ 1.142 milhões (excluindo ganhos de R$ 467 milhões referente a ações tributárias), 7% menor que o nosso. A margem EBITDA consolidada de 13,5% ficou 116 pontos-base abaixo da nossa (13,7% no 2T19).

Movida (MOVI3) vieram em geral acima das expectativas. O lucro líquido reportado foi de R$62,7mi (sem considerar os efeitos do IFRS16), acima do consenso e ~10% acima do nosso número. A performance foi impulsionada principalmente (i) pelo crescimento forte no segmento de Gestão e Terceirização de Frotas (GTF), com volumes superiores à expectativa e (ii) também pelo segmento de Seminovos, que apresentou crescimento de ~83% no volume de carros vendidos na comparação anual e de ~5% no preço médio, o que resultou em margem negativa de -1,3%, melhor que a esperada.