Você sabe o que são as tão mencionadas debêntures? Ao iniciar as pesquisas sobre boas alternativas de investimentos, é comum que, cedo ou tarde, você se depare com esse tema. No entanto, muitos investidores iniciantes não sabem exatamente o que ela é, além de quais são as particularidades mais importantes desse tipo de aplicação.

Mas, pode relaxar: no artigo de hoje, vamos esclarecer os principais tópicos sobre o assunto, como o que são as debêntures, os seus tipos, os rendimentos e as vantagens de investir nesses ativos para fazer o dinheiro render mais. Continue lendo e confira!

O que são debêntures?

São títulos emitidos por instituições privadas com a intenção de arrecadar recursos para financiar as suas atividades. Desse modo, o detentor desse investimento se torna um credor da companhia.

As empresas optam pela emissão de debêntures para captar fundos, pois é mais vantajoso pagar juros aos compradores desses contratos do que solicitar empréstimos em instituições financeiras, pois estas oferecem condições mais restritas.

Assim, há vantagens tanto para o empreendimento quanto para o investidor, pois aquela ajusta a forma que pode pagar por meio das características atreladas à debênture e este passa a receber juros pelo empréstimo do seu dinheiro.

Quais são os tipos?

Conversíveis

É a modalidade que pode ser convertida em ações da empresa emissora no prazo de vencimento ou em algum momento indicado pela companhia. São excelentes alternativas quando o investidor acredita que haverá uma valorização das ações durante o período da aplicação, além de reduzir o risco de inadimplência.

Permutáveis

São ainda mais flexíveis do que as debêntures conversíveis, pois, ao final do prazo, o debenturista pode optar por receber os rendimentos em ações que podem ser, inclusive, de outras empresas.

Simples

Trata-se do modelo mais comum, de maneira que o retorno não pode ser substituído por ações. Dessa forma, os pagamentos são realizados periodicamente em dinheiro de acordo com a escritura de emissão da debênture.

Incentivadas

São títulos que gozam de isenção fiscal, não incidindo taxas como o IOF ou o imposto de renda. Mesmo que ofereçam uma taxa ligeiramente menor, podem ser mais lucrativos, pois não há redução alguma no rendimento final. Debêntures que visam adquirir recursos para projetos de infraestrutura, como obras em portos, aeroportos e rodovias, recebem esse incentivo.

Como é o rendimento?

Prefixado

O retorno do investimento é definido percentualmente no momento da contratação. Por exemplo, 10% ao ano. Com isso, o investidor sabe exatamente qual será o retorno da aplicação ao término do prazo.

Pós-fixado

Nessa modalidade, o rendimento é atrelado a um índice, como o CDI. Desse modo, o resultado exato não é conhecido, mas é possível fazer uma estimativa das possibilidades de retorno conforme a expectativa do indicador.

Híbrido

É composto por uma parcela prefixada adicionada de um componente pós-fixado que geralmente é ligado à inflação. Por exemplo: 5% ao ano + variação da inflação no período.

Quais são as vantagens?

A principal vantagem das debêntures é oferecer uma rentabilidade, normalmente, superior aos demais investimentos em renda fixa. Além disso, permite investir em boas empresas sem o risco de desvalorização, como há em ações, e possibilita diversificar a sua carteira de investimentos. No caso das híbridas, ainda é uma ótima alternativa para proteger o capital da perda do poder de compra.

Conhecer as particularidades de cada tipo de investimento pode parecer intimidador para o investidor, devido ao grande volume de alternativas e as diversas características de cada título. No entanto, após este conteúdo, você está apto a entender como as debêntures podem ser uma ótima alternativa para diversificar a sua carteira e aumentar os lucros.

A escolha correta dos ativos é de grande importância para alcançar os resultados esperados e as vantagens desse tipo de aplicação são muito atrativas devido ao alto rendimento em relação às outras opções de renda fixa, gerando um resultado superior a longo prazo. Contudo, você deve analisar bem a empresa e, caso não se sinta confiante para isso, um assessor de investimentos é um ótimo auxílio nesses momentos.

E então, já sabe o que são as debêntures? Aprenda muito mais e siga essas dicas de investimentos de longo prazo.