Por que investir em ações no Brasil?

E-book acoes

Quer saber mais sobre os investimentos na Bolsa de Valores?


Por que investir em ações no Brasil?

O desempenho da bolsa brasileira cresceu em 2018, alcançando o melhor desempenho entre os principais índices de ações do mundo. Enquanto isso, mercados na China, EUA e Europa desvalorizaram.

A Bolsa sempre busca antecipar os movimentos da economia. A alta de 2018 reflete os sinais de recuperação da economia brasileira e foi puxada pelo avanço das ações da Petrobras e dos bancos Itaú e Bradesco.

Cenário Interno

Se você pensa em investir em ações no Brasil este ano, o otimismo permanece. Muito disso se deve à expectativa de aprovação da reforma da Previdência.

Dentre as perspectivas do mercado financeiro para 2019, existe uma expectativa otimista de recuperação da economia brasileira.

Após dois anos consecutivos de retração, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 1%. Há, inclusive, uma projeção de crescimento de 2,57% para o final de 2019.

Durante o período de crise, as empresas reduziram os custos e investimentos. Com a melhora da economia, elas estão preparadas para voltar a crescer, e isso reflete na Bolsa.

Outro fator que contribuiu para puxar o Ibovespa para cima, foi a redução da taxa básica de juros.

Cenário Externo

Não somente o cenário interno favorável que refletiu no desempenho da B3. A alta foi influenciada também pelo cenário externo, que se mostra complicado.

O Brasil segui o fluxo contrário dos outros países nos últimos anos. Enquanto as bolsas dos países estrangeiros subiam, o Brasil estava se recuperando das perdas acumuladas durante os anos de crise.

Agora a situação mudou e investir em ações no Brasil se mostra ainda mais vantajoso.

As bolsas americanas, por exemplo, estão com um desempenho bem abaixo dos anos anteriores. Em 2016 e 2017, o principal índice americano, S&P 500 obteve retorno em torno de 18 a 20%.

Enquanto que em 2018 somente acumulou 3%.

O aumento modesto se explica com o aumento das taxas de juros no país e com a insegurança do investidor devido à guerra comercial dos Estados Unidos com a China.

empresas-que-pagam-dividendos

Confira o desempenho dos principais índices em 2018:

  • Ibovespa (Brasil): 15%
  • S&P 500 (Estados Unidos): 3%
  • SSE Composite (China): -20%
  • Nikkei 25 (Japão): -5%
  • DAX 30 (Alemanha): -13%
  • CAC 40 (França): -10%
  • FTSE 100 (Inglaterra): -9%
  • Merval (Argentina): 0,76%
  • Ipsa (Chile): -8%